quarta-feira, setembro 02, 2009

EXPOSIÇÃO A RADIAÇÃO IONIZANTE EM EXAMES DE IMAGEM

Esse artigo publicado na semana passada no NEJM nos faz pensar sobre a quantidade de exames que nós pedimos, muitas vezes sem uma indicação precisa, para os nossos pacientes.

Estudo feito com pacientes ambulatoriais mostrou que, em um período de 2 anos, 68,8% deles foram submetidos a um exame de imagem que utilizava radiação ionizante. Embora a dose cumulativa, na maioria dos casos, fosse considerada baixa, 193,8 pctes/1000/ano eram expostos a doses moderadas de radiação e18,6 e 1,9/1000 eram expostos, respectivamente, a doses altas e muito altas de radiação por ano. Os principais exames que utilizavam radiação ionizante eram a tomografia computadorizada e a medicina nuclear.

Essa é para a gente pensar na próxima TC de crânio que a gente diz: "Aproveita e vê o tórax!" "Já que vai transportar o paciente, aproveita e corta o abdômen". E por aí vai...

Cássia Righy