quarta-feira, março 30, 2011

O ESTUDO TRACMAN: TRAQUEOSTOMIA PRECOCE VS TARDIA

Trata-se de um estudo multicêntrico inglês gerenciado por Duncan Young do Jonh Radcliffe Hospital de Oxford - Inglaterra comparando traqueostomia precoce (até 4 dias) com traqueostomia tardia (mais que 10 dias). O estudo foi apresentado em 25 de março no ISICEM em Bruxelas.

A hipótese era que a traqueostomia precoce reduzia a mortalidade de 30 dias quando comparada com traqueostomia tardia. O estudo incluiu 909 pacientes de 87 hospitais do Reino Unido. A grande maioria das traqueostomias foi percutênea.

A mortalidade em 30 dias e em 2 anos nos 2 grupos foi semelhante. O momento da traqueostomia não afetou o tempo de internação na UTI ou no hospital. O grupo submetido a traqueostomia precoce recebeu menos sedação.

O autor comentou que se você tiver 100 pacientes candidatos a traqueostomia, decidir por traqueostomia precoce reduz em 2,4 dias o tempo de sedação. Por outro lado, optar por traqueostomia precoce significa realizar mais traqueostomias com mais complicações sem benfício na mortalidade e tempo de intenação.



Flávio E. Nácul