quinta-feira, maio 10, 2012

REVISÃO DE CIÊNCIA BÁSICA: CEFALOSPORINAS


As cefalosporinas são antibióticos betalactâmicos de amplo espectro. Dependendo da geração, podem ser utilizadas tanto em infecções comunitárias como hospitalares. Agem na parede celular das bactérias.

Primeira geração (stafilococco, streptococo, atividade limitada contra a maioria dos Gram negativos) : cefazolina, cefalexina

As cefalosporinas de primeira geração são apropriadas para o trtamento de infecções causadas pelo S.aureus oxacilino-sensíveis e estreptococos. Por seu baixo custo e reduzida toxicidade, a cefazolina é o antibiótico recomendado para a profilaxia de diversas cirurgias. 

Segunda geração (atividade contra Gram negativos): cefuroxima (atividade contra Gram negativos acima do diafragma) e cefoxitina (atividade contra Gram negativos abaixo do diafragma).

A cefurioxima pode ser utilizada para o tratamento de pneumonias comunitárias enquanto a cefoxitina é eficaz no tratamento de infecções intra-abdominais, pélvicas e ginecológicas.

Terceira geração (atividade contra Gram negativos e anaeróbios, exceto B. Fragilis) : ceftazidime (cefalosporina de terceira geração ativa contra Pseudomonas) e ceftriaxona.

As cefalosporinas de terceira geração podem ser classificadas naquelas com atividade anti-pseudomonas ou não. A ceftazidima apresenta atividade contra pseudomonas. A ceftriaxona, não. O principal uso das cefalosporinas de terceira geração são as infecções causadas por bactértias Gram negativas hospitalares.

Quarta geração (Excelente atividade contra Gram negativos incluindo Pseudomonas. Tambem possuem atividade contra Gram positivos mas são resistentes a MRSA. Ação limitada contra anaeróbios): cefepima.

Nomes comerciais das cefalosporinas

Cefazolina = Kefazol

Cefalexina = Keflex

Cefuroxima = Zinacef

Cefoxitina = Mefoxin

Ceftazidima = Fortaz

Ceftriaxone = Rocefin

Cefepima = Maxcef



Flávio E. Nácul