quarta-feira, maio 09, 2012

REVISÃO DE MEDICINA INTERNA: ERISIPELA

A erisipela é uma infecção que afeta as camadas mais superficiais da pele. O agente etiológico mais comumente implicado é o estreptococo beta hemolítico do grupo A. O quadro clínico é caracterizado por um início súbito com febre seguida em 12-24 horas pelo aparecimento de uma placa vermelho-viva quente e dolorosa de limites bem definidos geralmente localizada nos membros inferiores. O tratamento consiste no uso de antibióticos (explo, cefalosporina de primeira geração) além de medicação sintomática.  O diagnóstico diferencial mais importante é a celulite que é uma infecção cutânea com maior gravidade. Ela se estende aos tecidos subcutâneos e se manifesta clinicamente por febre e pela presença de lesões cutãneas com limites pouco definidos. Os principais agentes etiológicos são o estreptococo beta hemolítico do grupo A e o stafilococo aureus. O tratmento tambem pode ser realizado através de uma cefalosporina de primeira geração.  

Flávio E. Nácul