quinta-feira, abril 03, 2008

HUMAN ENDOTHELIAL IMPAIRMENT IN SEPSIS

Vaudo G et al.
Atherosclerosis 2008; 197: 747-752

Os autores avaliaram a função endotelial de 45 pacientes com sepse grave causada por bactérias Gram-negativas através de flow-mediated vasodilatation (FMV). A técnica de FMV, utilizando um ultra-som, compara o diâmetro da artéria braquial antes e depois da fase de hiperemia induzida pela inflação do cuff do esfigmomanômetro até 230-250 mmHg durante 4 minutos. A FMV é o aumento relativo do diâmetro durante a hiperemia sendo valores superiores a 7,5% considerados indicativos de boa função endotelial. O estudo mostrou que pacientes com FMV inferiores a 7,5% apresentavam maior escore SOFA mostrando que pacientes mais graves apresentam maior disfunção endotelial.

Flávio Nácul