sexta-feira, abril 04, 2008

TRANSFUSÃO DE PLASMA FRESCO ESTÁ ASSOCIADO COM AUMENTO DE INFECÇÕES

Sarani B et al
Crit Care Med 2008; 36:1114-1118

Baseados nos estudos que correlacionam a transfusão de concentrado de hemácias com o aumento do risco de infecções, Sarani e colaboradores analisarasm se existe alguma correlação entre a transfusão de plasma fresco e infecção nos pacientes críticos. O estudo retrospectivo comparou 380 pacientes críticos que receberam transfusão de plasma fresco com 2058 que não receberam e mostrou a presença de uma associação significativa entre transfusão de plasma fresco e infecção (RR 2,99; 2,28-3,93). Produtos presentes no plama fresco como antígeno humano leucocitário e produtos da degradação do fibrinogênio e fibrina podem causar imunossuopressão e estar relacionados com o aumento no risco de infecções. Com a publicação deste estudo, o aumento no risco de infecções aumenta a lista de efeitos adversos da administração de plasma fresco que já inclui TRALI, sobrecarga de volume e reações alérgicas.

Flávio E. Nácul