terça-feira, novembro 29, 2011

NUTRIÇÃO PARENTERAL PRECOCE VS TARDIA

Caesar MP: N Engl J Med 2011; 365:506-17


Um grupo belga comparou nutrição parenteral precoce (<48 horas) com tardia (> 7dias) em pacientes sem condições de atingir a meta calórica estabelecida através de nutrição enteral. Os grupos de nutrição precoce e tardia tinham 2312 e 2328 pacientes respectivamente. As taxas de mortalidade na UTI, no hospital e em 90 dias foi semelhante nos dois grupos. Os pacientes com início tardio tiveram menos complicações infecciosas (22,8% vs 26,2%; p=0,008) além de uma menor incidência de colestase, dias de ventilação mecânica e dias de diálise. A conclusão dos autores foi que a nutrição parenteral tardia está associada com recuperação mais rápida e menor taxa de complicações.


Flávio E. Nácul